Autoconfiança não é coragem!

Autoconfiança não é coragem!

10/10/2019 0 Por Renata Krofke

Vanessa Freitas sempre inicia suas palestras afirmando: “AUTOCONFIANÇA é o domínio do nosso MEDO”. Mas o que significa dominar nosso medo?

Medo de quê?

Vamos lá, como dominar o medo no trabalho? Quando temos um desafio onde precisamos performar bem e as circunstâncias não são nada favoráveis.

Como dominar o medo no relacionamento, dividir tristezas e alegrias… Parece impossível não?!

E o medo de arriscar e se lançar em desafios onde o resultado é totalmente incerto. E nas relações familiares?

Preocupações financeiras, julgamentos, pressões e comparações… O fato é que temos medo do agora do amanhã e também do ontem.

Tem uma música do Lenini que fala “tenho medo do medo que dá”.. rs!

Mas a verdade é que são tantos medos que eu poderia perder uma tarde inteira escrevendo sobre cada um deles e quão limitantes são.

 

Autoconfiança não é ausência de medo!

A partir do momento que entendemos que o medo sempre existiu e sempre existirá, podemos perceber que : “Nossa coragem NÃO DEVE ser proporcional ao nosso medo” – Vanessa Freitas

 

E se pararmos para pensar, faz muito sentido!

Será que Neil Armstrong com seus 39 anos de idade em nenhum momento sentiu medo quando recebeu a incumbência de ser o primeiro engenheiro aeronáutico e primeiro homem a pisar na lua?

Era uma missão de vida ou morte, da para entender o que estava em jogo e tudo o que ele deixou para seguir em frente?

 

 


E Thomas Edison, será que teve medo dos julgamentos quando teve a ideia de inventar a luz  elétrica?

E ainda deixou uma frase de inspiração para nós: “Um gênio se faz com um por cento de inspiração e noventa e nove de esforço”.

Ele errou muitas vezes, mas não desistiu!

 

 

 

Malala Yousafsai, nasceu na cidade de Mingora, no Paquistão em um país extremamente machista.

Mas ela foi a mulher mais jovem a ganhar prêmio Nobel por lutar pelos direitos das mulheres a educação.

Aos 14 anos foi baleada na cabeça pelo grupo rebelde talibã Tehrik-e-Niswan, que acredita que as mulheres, não tinham direito a educação.

Mas ela amava estudar. Já imaginaram o que ela passou?

Estas e muitas outras pessoas fizeram coisas grandiosas. A VONTADE DE CONSEGUIR era maior que qualquer medo!

Mas como ter autoconfiança diante do medo?

Segundo Vanessa Freitas, “Quem tem autoconfiança, tem PODER, pois mesmo diante de situações desfavoráveis, esta pessoa gera conceitos positivos para seu cérebro e faz com que todo e qualquer medo seja MENOR do que sua vontade de CONSEGUIR!

Mas de onde vem nossa autoconfiança?

Será que vem de nossas realizações?

Isso seria certo se dissermos que quanto mais realizamos, mais autoconfiante nos tornamos, certo?

ERRADO! Analise o exemplo acima da Malala, Neil, Thomas… A autoconfiança deles não estava relacionada a realizações passadas, muito pelo contrário!

Mas como ter autoconfiança no meu dia a dia?

Vanessa Freitas deixa algumas dicas para nós:

  • Saber dizer “não” na hora certa!
  • Encontrar maneiras de “blindar” nosso “eu” para que não sofra com julgamentos
  • Saber que resultados positivos são decorrentes de TENTATIVAS, ou seja, é preciso ESFORÇAR-SE!
  • Decidir é o primeiro passo, mas é a disciplina que irá deixar você no caminho certo! Então o grande segredo é permanecer no foco e direcionar todas as suas energias para aquilo que você quer conquistar!
  • Esteja preparado, com prudência e equilíbrio, ASSUMA O CONTROLE!
  • Assumir riscos faz parte! Voce não deve temê-los e sim usá-los para aprimorar seu plano.

 

Mas lembre-se, é pior um risco que não foi mapeado do que um que um risco conhecido. Então tenha ciência, PLENA CIÊNCIA, dos riscos que te rodeiam

Vanessa reforça:  “Para manter uma vida saudável, como brócolis e ovos no café da manhã. É  gostoso? Claro que não! Mas é o preço para atingir os objetivos que eu quero”, diz inspirada no filósofo e escritor Mario Sergio Cortella.

Então, cara amiga(o), se você está esperando a oportunidade cair bem na sua frente para você se movimentar, vai ficar para trás!

FAÇA SUAS OPORTUNIDADES, se reinvente se for preciso.

Se você sonha é porque pode conseguir!

Confie no poder que existe dentro de você, monte um plano,  uma estratégia, seu check-list da felicidade. E seja feliz!