Você sabe lidar com um “não”?

Você sabe lidar com um “não”?

18/06/2019 2 Por Patricia Zapani

Há umas semanas encontrei uma amiga para um café porque não parávamos pra atualizar a vida há MUITO tempo.

Entre um assunto e outro, percebemos que ambas estávamos passando por uma fase semelhante: estávamos com um desafio profissional em mãos, sofrendo por medo de levar um “não” e enfrentar aquela sensação horrível de frustração.

Desde que o ano virou, eu sabia que 2019 seria um tempo de recomeçar e retomar muitas coisas, mas, diante dessa situação, eu entendi que precisava ser muito mais intencional em “consertar” o interno pra deixar que o externo (as coisas) fluíssem naturalmente.

Entendi também que precisava ser mais transparente comigo mesma e enxergar os “lixos” que ainda estavam escondidos, poluindo minha mente e coração.

Entre uma coisa e outra, encontrei uns “medinhos” que parecem bobos e inofensivos, mas que podem ser devastadores.

Me deparei, então, com uma realidade: ainda preciso melhorar MUITO com uma simples palavra, tão pequena, mas que tanto nos apavora, o “não”. Tanto em ouvir um “não” como em dizer um “não”.

Olhando para trás, percebi que sempre tive dificuldade em recusar as coisas e a causa essencial era o medo.

Medo de machucar alguém, medo da opinião dos outros, medo de “perder” uma oportunidade. Por outro lado, percebi quão dramática eu era quando levava um “não” e o quanto eu sofria antecipadamente. Então, passei a meditar nessa questão.

E se você também tem a mesma dificuldade, vem comigo ler alguns pontos que tem me ajudado nessa jornada.

Saber dizer e ouvir um “não”:

Nos torna pessoas mais TRANSPARENTES

Já parou pra pensar que quando a gente diz “sim” querendo dizer “não”, a gente está mentindo?!

Pois é! Não apenas para os outros, mas pra gente mesmo. Seja sincera ao dar opiniões porque uma “mentirinha” pode levar a outra, que leva a outra, a outra e por aí vai…

Nos liberta do vício de buscar aprovação das pessoas

Quando aprendemos a ouvir e dizer “não”, nos tornamos pessoas mais posicionadas (isso não quer dizer orgulhosas e grosseiras) porque é apenas a consequência de saber quem somos e aonde estamos indo.

Sabemos o que não nos serve e isso nos liberta da prisão que é buscar afirmação nas outras pessoas. Saiba ouvir os feedbacks e críticas e busque sempre melhorar, mas não se prenda ao que as pessoas pensam de você.

Nos torna mais gentis e compreensíveis (conosco e com os demais)

Para poder dizer “não” é preciso saber ouvir um “não”.

Quando tomar um “não” ouça com atenção, não permita que aquela “resposta pronta” que está coçando sua língua saia da sua boca, mas tente compreender e aceitar as respostas negativas, porque elas te ajudarão a se colocar no lugar do outro e reagir de forma madura, a ser gentil quando for a sua vez de dizer “não”.

Estabelece limites

Dizer “não” quando é necessário, estabelece uma conduta de sinceridade que nos protege de ultrapassar os limites saudáveis dentro dos relacionamentos.

Estabelece limites claros para não cair em abusos em qualquer nível de relacionamento (amizade, romance, profissional).

Nos poupa de MUITOS erros e consequências terríveis!

Quando dizemos “sim” para algo que era “não”, deixamos de viver aquilo que era “sim” e, então, podemos nos machucar, nos decepcionar, nos frustrar ou fazer isso com alguém.

E, depois de um tempo, a conta chega e temos que lidar com essas consequências. Pense também que nem toda oportunidade ou porta que se abre é pra você ou pra esse momento.

 

Lembre-se: um “não” que você dá ou recebe hoje, pode ser um “sim” pra todo o seu futuro! É um paradoxo!

Talvez você queira algo com um afinco tão grande, que não percebe que pode haver algo infinitamente melhor pra você e ouvir um “não” para isso que você quer vai te preparar (deixar o espaço livre) para que venha o que realmente é!

Lembre também que dizer “não” para algo ou alguém de forma gentil, educada e clara, vai te ajudar a ser mais transparente.