love

Pare. Relaxe. Ame! Ou melhor, seja amado!

22 de setembro. Segundo dia da primavera, a estação das flores, das cores, amores… A estação que você mais ama e espera o ano todo. Mas… você olha ao seu redor e só sente frio. Frio externo (13°C quando acordei), e frio na barriga, causado pela pressão.

Você tem mil e um Jobs para entregar, textos para escrever e você grita: criatividade, inspiração, cadê vocês??!!?!?!

Levanta. Anda. Inspira. Senta. Ouve música. Corre (porque é minha atividade favorita para relaxar). E de repente, apenas cansa de fazer e decide ser. Para tudo, fecha os olhos, aquieta sua alma e, em meio ao silêncio, ouve uma doce voz queimando dentro do seu coração, dizendo: “você já carrega tudo isso, é só pôr para fora! Apenas lembra quem você realmente é! Eu te amo!”

Palavras simples, mas que carregam tanta verdade e tanto AMOR!

Elas envolvem seu coração, preenchem as lacunas do seu ser e você sente algumas lágrimas escorrendo, seu peito acelerando. Você nem lembra mais onde estava. Perde a noção do tempo porque seu tanque de amor, que estava vazio, se enche até transbordar. Você se sente tão, mas tão amada que tem vontade de ficar ali pra sempre, apenas se sentindo amada. Instantaneamente, aqueles 100kg de pressão que você carregava nos ombros vai embora. A inspiração volta. A paixão te incendeia. Você simplesmente sabe quem você nasceu pra ser e a resposta é uma só: amada!

As mentiras que gritavam dentro de você: “você não é tão boa assim. Viu só como as pessoas não te aceitam tão bem? Você está atrasada, olha suas amigas o tanto de diplomas que já tem. Já casaram e você mal arrumou um namorado. E aquela viagem tão esperada, nesse ritmo você jamais vai chegar lá….”, se desfazem diante de tamanho amor  e se tornam nada!

Você sabe porque sabe que já é amada e aceita. Que seus sonhos vão sim acontecer, mas que eles jamais te preencherão como o amor faz. Porque de que adiantaria tudo o que aparemente proporciona uma vida okay se no fim do dia seu peito está vazio?

O ser humano foi criado para amar e ser amado. A inspiração mais poderosa ainda é e sempre será o amor!

Gosto muito do que Paulo, o apóstolo de Cristo, escreveu em 1 Coríntios 13:

“Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei.
Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado
, mas não tiver amor, nada disso me valerá.”

É algo que sempre mexe comigo! E acho que com todos que o lêem. Tanto que até Renato Russo se rendeu e cantou esse trecho na canção “Monte Castelo” do Legião Urbana.

E, acredite, nós não precisamos fazer absolutamente nada para sermos amados. Já somos! Nós só precisamos dizer: “seja bem-vindo ao meu coração, eu te aceito Amor”. Que Ele vem e nos enche até transbordar! Até dar sentido a tudo que até hoje não faz sentido. Ele traz esperança àquilo que já estava perdido. Enche de alegria e cor aquilo que era cinza e cheio de dor.

O amor muda uma vida. O amor muda o destino. O amor muda o seu dia. O amor é o caminho.

Que tal parar tudo o que você está fazendo agora e pedir para o Amor te encher?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.